35 :: DEIXAR DE VISITAR…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…CASABLANCA

Um vídeo que não tem a ver com Casablanca (não, eu não tenho fotos de Casablanca. Nenhuminha :()

Eu “pulei” Casablanca quando fui pro Marrocos. Era fim de viagem, nosso voo saía de lá e estávamos em Marrakesh. Simples, tem um trem de Marrakesh para Casablanca e a vinda de trem de Fès para Marrakesh tinha sido bem boa – se for possível excluir a falta do prometido (e pago) ar condicionado da 1ª classe.

Pensando agora até parece simples mas no fim de uma viagem de mais de 20 dias, com uma mala cada um – mais uma estepe cheia de tranqueiras compradas em souks – isso começa a complicar.  A falta de escadas rolantes, informações seguras de ondem baldear e de alguém que fale inglês, começa a pesar. A troca de trens no caminho, a dúvida sobre qual estação de Casablanca desembarcar (tem duas, seja lá o que isso quer dizer), o banheiro sujo do trem e o piriri que ainda não acabou totalmente podem te fazer chegar a um tipo de histeria boba e feliz, nem sei porque feliz mas eu estava exatamente assim quando vi a feia cena de Casablanca noturna passando pela janela do nosso trem de 2ª classe (o melhor que conseguimos)  e comecei a cantar coisas irritantes pro meu marido no ritmo de As time Goes by.

“O trem está passando, a sujeira tá colando, os “cara” estão olhando…
E o nosso fim de linha amor…estamos ferrados siiiimmm”.
(E ele bufava)

“Você me avisou, Marrocos é primeiro, mas eu não quis assim…
Eu quis Espanha antes amor e agora estamos cansados demais, pra curtir”
(Uma olhada feia dele pra mim)

“A cidade é muito feia, a gente já sabia, mas eu não quis sabeeeer.
Eu quero Casablanca o filme amor, eu quero agora sim…”

“Fui até ali, fazer o meu xixi mas não tive coragem.
O banheiro está transbordando amor…acho que desisti…”

“O xixi está saindo, o banheiro está ali, mas tenho medo dele
Não vai dar pra evitar amor, porque agora tenho um piriri…”

“Você disse Califórnia, fui que inventei, estas férias das arábias…
Você tinha razão amor…a Golden Gate deve ser mais linda sim, e laranja!
(Nesta parte achei que ele iria me socar)

E Casablanca passava, a uns 80 por hora no vidro embaçado do trem, triste, escura, quente e desconfortável, como se nunca tivéssemos nos programado para estar ali.
E assim fomos, eu e meu amor (irritado) a som da clássica trilha do filme (numa versão própria e porca) rumo ao bizarro aeroporto de Casablanca (onde nos perdemos um pouquinho e ninguém falava inglês), pegar uma van (mais bizarra ainda), para um hotel (caro demais mas o melhor que conseguimos porque tinha uma convenção não sei do que nas redondezas), lotado de pessoas do norte da África vestidas de um modo muito, muito diferente (isso foi beeem legal), com tocos de cigarro debaixo da cama (nojo), com banheiro novo mas encardido com rejuntes dos azulejos mais encardidos ainda (mais nojo), de onde só saímos no outro dia de tarde pra pegar nosso voo (porque o cara queria nos cobrar 150 euros pra nos levar pra ver a maior mesquita do mundo e algum outro mercado).

Casablanca, eu posso viver sem te conhecer, obrigada.

2 Comentários to “35 :: DEIXAR DE VISITAR…”

  1. Não! Foi um caso de emergência. Os outros que ficamos eram um luxo só, e nem tão caros. Este é daquele tipo de hotelzão chique perto de aeroporto, sabe? mas era mal cuidado, e novinho, e bonito, e sujo! kkk

  2. Cara, este hotel me deu nojo só de pensar!! O trem então??!! Não é possível que não haja alternativas limpas??? Hotel caro e encardido assim, como?? Já sei que nunca irei para Marrocos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: