Posts tagged ‘Brazil’

21/11/2010

62 :: CHEGAR AO RIO DE JANEIRO…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…DE AVIÃO PELO SANTOS DUMONT

Este post é uma comemoração ao meu primeiro voo de avião, em anos, de cara limpa. Sem remédios. Venci.

Minha alma canta
Vejo o Rio de Janeiro
Estou morrendo de saudades
Rio, seu mar
Praia sem fim
Rio, você foi feito prá mim
Cristo Redentor
Braços abertos sobre a Guanabara
Este samba é só porque
Rio, eu gosto de você
A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
Rio de sol, de céu, de mar
Dentro de mais um minuto estaremos no Galeão
Copacabana, Copacabana
(Antonio Carlos Jobim)

No mesmo ritmo continua…por minha conta.


Ao reservar
Poltronas sempre a sua direita
Este samba é só porque
Rio eu gosto de te ver
Pode ser no Galeão
Mas este é do Santos Dumont
É Rio pra cá, é Rio pra lá
É Rio bem lindo, nem dá pra rimar
É descer raspando rente a beira-mar…


Anúncios
02/11/2010

55 :: CONHECER O JARDIM BOTÂNICO…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…DO RIO DE JANEIRO

Eu morria de vontade de conhecer o Jardim Botânico do Rio; faltava oportunidade.
Mas um belo dia veio pintou uma chance e eu não desperdicei. É uma daquelas que não deve ser desperdiçada por pessoas que gostam de plantas e lindas áreas verdes. Muito menos pelo tipo de gente que tem parques em suas listas de COISAS PARA FAZER ANTES DE MORRER.

ALAMEDA DAS PALMEIRAS IMPERIAIS

O CRISTO, SE MOSTRANDO, VIA JARDIM BOTÂNICO

"...CRISTO REDENTOR, BRAÇOS ABERTOS..."

ESTUFAS DAS INSETÍVORAS. AS POPULARES CARNÍVORAS

DETALHE DO CHAFARIZ CENTRAL (FONTE DAS MUSAS, FEITA NA INGLATERRA NO FINAL DO SECULO XIX)

"...A MORENA VAI SAMBAR, SEU CORPO TODO BALANÇAR..."

CACTÁRIO

AI, MINHAS TESOURINHAS...

GARÇA FELIZ, LONGE DO RIO TIETÊ

BROMELIÁRIO

BAOBÁ, UM DOS RAROS EXEMPLARES NO BRASIL

ORQUIDÁRIO

MOMENTO "EUFORIA DE CARTÃO POSTAL"

EU, A LOUCA

É programa para meio dia, no mínimo. Chegamos tarde, ainda bem que nos deram uma lambuja e não nos expulsaram as 17, a horário oficial de encerramento da visita.
Quando repetir o programa farei assim: acordar umas 8:30, fazer uma caminhada na praia e tomar um café da manhã tardio no parque Lage, pertinho do Jardim Botânico. Lá pelas duas fazer um piquenique (a-do-ro!) com vinho e tudo. Antes de ir embora, lá pelas três, tomar uma água ou espresso no seu charmoso café. Programão.

O horário normal de visitação do Jardim Botânico é das 8 as 17hs e o ingresso custa 5 reais.
O site deles explica tudo o que se precisa saber para visitá-lo, tem muita coisa mesmo para ver e a infra estrutura é boa de verdade.

02/07/2010

38 :: CHAMAR AS CIDADES…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…POR SEUS NOMES ORIGINAIS

A regra não é clara...

Tá aí uma dúvida, não sei se é para SE FAZER ANTES DE MORRER ou NÃO SE FAZER ANTES DE MORRER.

Só sei que o preâmbulo para este post acaba de perder o sentido. Era a copa do mundo que se foi para nós, hoje a tarde, num desesperador Brasil 1 x 2 Holanda. Fiquei triste pelo Dunga (é que gosto de gente turrona) e fiquei triste pelo povo que gosta de uma boa festa (gosto de ver gente feliz, seja lá pelo que for). E é sempre bom ganhar algo. né?

Mas bem que tinha gostado deste link aqui ó: pra falar os nomes dos jogadores da maneira corretinha. Achei muito legal! Olha que fofo, agora o Galvão Bueno pode falar tudo direitinho, sem vexame.

Acho bacana chamar as coisas pelos seus nomes certos e isso se aplica as cidades. Sei, sei. Cada idioma/cultura achou seu modo de chamar a coisa. Mas isso me incomoda, eu não queria ser chamada Clódian ou Anny ou seja lá o que for. Mas aqui em casa rolam umas discussões por causa disso: Florença ou Firenze? Nova Iorque ou New York? E Londres? Em português é Londres, em inglês é London e em italiano é Londra. E tem também as simples diferenças de grafia: Fez ou Fès? Marrakesh ou Marrakech? (que se pronuncia algo como Moraguedche).
E Brasil e Brazil? Não gosto, pra que trocar uma letrinha sem importância? Tenho certeza que tem uma explicação mais objetiva disso, tenho certeza.

Um desconto para países que não usam o alfabeto ocidental e ainda assim fica a dúvida: escrever e chamar os nomes de cidades pelo nosso idioma ou pelo nome original?

Este tem desconto (foto: MPD01605 Flickr)