Posts tagged ‘New York’

02/07/2010

38 :: CHAMAR AS CIDADES…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…POR SEUS NOMES ORIGINAIS

A regra não é clara...

Tá aí uma dúvida, não sei se é para SE FAZER ANTES DE MORRER ou NÃO SE FAZER ANTES DE MORRER.

Só sei que o preâmbulo para este post acaba de perder o sentido. Era a copa do mundo que se foi para nós, hoje a tarde, num desesperador Brasil 1 x 2 Holanda. Fiquei triste pelo Dunga (é que gosto de gente turrona) e fiquei triste pelo povo que gosta de uma boa festa (gosto de ver gente feliz, seja lá pelo que for). E é sempre bom ganhar algo. né?

Mas bem que tinha gostado deste link aqui ó: pra falar os nomes dos jogadores da maneira corretinha. Achei muito legal! Olha que fofo, agora o Galvão Bueno pode falar tudo direitinho, sem vexame.

Acho bacana chamar as coisas pelos seus nomes certos e isso se aplica as cidades. Sei, sei. Cada idioma/cultura achou seu modo de chamar a coisa. Mas isso me incomoda, eu não queria ser chamada Clódian ou Anny ou seja lá o que for. Mas aqui em casa rolam umas discussões por causa disso: Florença ou Firenze? Nova Iorque ou New York? E Londres? Em português é Londres, em inglês é London e em italiano é Londra. E tem também as simples diferenças de grafia: Fez ou Fès? Marrakesh ou Marrakech? (que se pronuncia algo como Moraguedche).
E Brasil e Brazil? Não gosto, pra que trocar uma letrinha sem importância? Tenho certeza que tem uma explicação mais objetiva disso, tenho certeza.

Um desconto para países que não usam o alfabeto ocidental e ainda assim fica a dúvida: escrever e chamar os nomes de cidades pelo nosso idioma ou pelo nome original?

Este tem desconto (foto: MPD01605 Flickr)

Anúncios
03/06/2010

29 :: SE IRRITAR COM ANALOGIAS…

por 1000 coisas para fazer antes de morrer

…QUE SE FAZEM COM AS ATRAÇÕES TENTANDO FAZÊ-LAS PARECER DIFERENTES (OU MELHORES) DO QUE SÃO!

Vou fazer uma listinha de coisas feias, muito feias que as pessoas fazem pra fazer as outras de trouxas:

Recife antigo, a Veneza Brasileira: Pára! Dá mesmo pra comparar uma coisa com a outra?
San Gimignano, a New York medieval: Tudo por causa de um suposto skyline “igualzinho”. San Gimignano não é NY e NY não é San Gimignano, ponto final. São coisas lindas – e diferentes.
Serras Gaúchas, a Toscana Brasileira: Adoro as Serras Gaúchas, mesmo. Mas daí pra chamar de Toscana já é exagero, né?
Caribe Brasileiro: Aff, são vários os lugares com mar verdinho que se auto intitulam Caribe brasileiro. O único lugar de areia branquinha e mar azulzinho que já vi neste país foi na Ilha do Campeche, em Florianópolis, mas a água é um frio do cão. O Brasil tem mares lindos, águas verdes, mata atlântica…tem até Noronha, de origem vulcânica. Mas a gente não tem nada de Caribe.

Também não gosto de:
Strogonofe de chocolate (strogonofe é prato salgado, qualquer outra coisa parecida e feita com chocolate chama e sempre se chamará pavê ou torta), lazanha de pão (lazanha pra mim consiste em massa de macarrão em tamanho grande, recheio com queijo e molho – tudo ao forno, please – pão com recheio é sanduíche, se vai ao forno é misto quente), carpaccio de abacaxi (carpaccio que se preze é de carne, no máximo peixe. O resto podemos chamar de “tiras bem fininhas de”)

Assinado: a chatinha, que não tem nada contra as falsas Paris e Veneza de Las Vegas. Não se levando a sério, pode tudo!